Eleições de meio mandato: Veja como os estados estadunidenses votaram sobre a cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Imagem: Pexels/Karolina Grabowska)

Redação Sechat

Na terça-feira, 8 de novembro, os eleitores americanos votaram em representantes e também avaliaram as medidas centradas em uma série de questões sociais, uma delas a política de drogas.

Em 37 estados, tais medidas eleitorais são importantes, pois dão a chance dos eleitores decidirem diretamente a política. Os  resultados podem refletir o sentimento popular sobre questões controversas que os legisladores talvez não queiram  tocar, às vezes provocando medidas semelhantes em outros estados. 

Drogas

A maconha recreativa foi uma questão popular este ano, aparecendo em cinco estados, incluindo quatro liderados pelos conservadores – um sinal do apoio cada vez mais bipartidário à legalização e da confiança dos defensores na demanda dos eleitores. Antes de terça-feira, 19 estados e o Distrito de Columbia permitiam o uso recreativo de maconha.

Mas o esforço neste ciclo eleitoral para legalizar a droga em estados vermelhos profundos falhou em grande parte. Medidas que legalizariam o uso por adultos foram aprovadas em Maryland e Missouri, mas não deram certo em Arkansas, Dakota do Norte e Dakota do Sul.

No Colorado, com a Proposta 122 – se tornou o segundo dos Estados Unidos a regulamentar a oferta de cogumelos psicodélicos ao público adulto. A preposição introduz a Lei de Saúde e Medicina Natural.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese