Cânhamo é utilizado para restaurar mansão histórica na Califórnia

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Imagem: Reprodução EL Planteo

Por Lúcia Tedesco do El Planteo

O material usado para a restauração da mansão Beckett foi o concreto de cânhamo, assim chamado, embora não tenha nenhuma semelhança com o material de construção. No entanto, a organização Pass it Forward, que promove a fábrica para construção, garantiu que contribui para reduzir a emissão de carbono.

O cânhamo é uma planta de Cannabis cultivada por suas sementes, fibras e caule.

“Uma das características do cânhamo, e a razão pela qual decidiram usá-lo neste projeto, é que é um material respirável”, explicou Mayra Delgado, representante da organização sem fins lucrativos, ao Pothead.

Além disso, destacou que a função respirável do material permite a circulação do ar, algo que não acontece com o concreto tradicional.

Outras funções que tornam o cânhamo uma boa alternativa para a construção é que ele é resistente ao fogo, resistente a mofo, insonorizado e resistente a pragas.

Portanto, a mansão projetada em 1905 pelo arquiteto John Austin e localizada no bairro de West Adams, em Los Angeles , não só permanecerá idêntica a como era há mais de 100 anos, como também será reconstruída com materiais sustentáveis.

O lugar histórico tem 6 quartos e 4 banheiros e foi construído para o Dr. Wesley Beckett e sua esposa. No entanto, após a restauração, será preservado para uso público e privado.

Veja o vídeo da mansão:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese