Autoridades da Flórida liberam limites de dosagem e fornecimento para cannabis medicinal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Bandeira de Flórida - (Imagem/Pexels)

Por Redação Sechat

As autoridades da Flórida delimitaram em agosto uma regra emergencial para abordar a dosagem e fornecimento de produtos de cannabis medicinal. A nova regra no Estado diz que as doses diárias de THC dos pacientes são restritas a 60 mg para comestíveis; 350 mg para vaporização; 200 mg para cápsulas e tinturas; 190 mg para tinturas sublinguais; 190 mg para supositórios  e 150 mg para tópicos. O  paciente pode recorrer ao fornecedor se não se adequar às dosagens em até  70 dias.

Tais limites de dosagem e fornecimento vieram quase seis anos depois que os eleitores da Flórida aprovaram uma emenda constitucional que legaliza amplamente a maconha medicinal no Estado.

Especialistas do setor preveem que esses novos limites de dosagem e restrições de fornecimento tornarão os produtos de maconha mais caros para os pacientes, que era outra questão que o setor canábico nos Estados Unidos estava enfrentando. Como a maconha continua ilegal sob a lei federal, os pacientes devem pagar todos os custos de consultas médicas e suprimentos.

As mudanças no mercado medicinal vêm no sentido de atender melhor as diferentes pessoas que em sua grande parte não entendem ao certo o que idealmente seria melhor para seu organismo.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese