A importância da avaliação de performance de equipes no setor da cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Imagem: Arquivo/Sechat)

Por Danilo Lang

Para ter bons resultados você precisa de uma equipe que performe e, para ter uma boa equipe é necessário que cada pessoa entregue o seu melhor. 

Uma iniciativa para acompanhar a evolução é implementar um programa de avaliação de performance que lhe permitirá: 

– Entender os objetivos profissionais do colaborador; 

– Medir a performance individual;

– Comparar periodicamente a evolução do resultado;

– Comparar resultados individuais l com a média da equipe; 

– Dar feedbacks de desenvolvimento objetivos; 

– Criar um plano de desenvolvimento anual para cada pessoa;

– Criar um plano de desenvolvimento para o time e

– Fortalecer a cultura para que todos se ajudem e foquem em um resultado coletivo.

Quais benefícios que isso traz para o negócio? 

– Reforça a Cultura Organizacional;

– Aumenta a performance individual e coletiva; 

– Estimula o atingimento de metas;

– Cria uma cultura de feedback e aumenta o trabalho e cooperação em equipe.

Por onde começar? 

Você deve se planejar, sentar com os líderes da empresa e entender onde querem chegar e o que estão dispostos a fazer para o desenvolvimento do time, isso inclui, por exemplo: 

– Financiamento de cursos; 

– Parcerias com empresas; 

– Troca de conhecimento entre equipe; 

– Melhorias na cultura de “portas abertas” e 

– Compra de equipamentos e softwares. 

Lembre-se que as pessoas precisam de um “Por quê”, isso quer dizer que ficará muito mais claro se souberem onde a empresa pretende  chegar e como vai  alcançar os objetivos anuais. 

Dessa maneira o time entenderá o destino final e começará a otimizar suas ações de trabalho para conquistar o objetivo definido. 

Em paralelo com a definição de metas do negócio, está a definição do que será avaliado no time. Abaixo  uma sugestão de itens para serem explorados durante a construção da avaliação de desempenho: 

Características comportamentais 

– Pensamento de dono; 

– Trabalho em equipe; 

– Pró-atividade;

– Liderança; 

– Comunicação; 

– Motivação e 

– Perseverança. 

Características técnicas 

– Inovação e criatividade; 

– Produtividade;

– Pontualidade; 

– Organização e gestão do Tempo; 

– Cumprimento de prazos; 

– Agilidade e

– Tomada de Decisão. 

Uma outra maneira complementar de avaliar a equipe é por meios dos Valores da empresa, ou seja, o quanto a pessoa está em sintonia com  os Valores tanto da porta para dentro quanto da porta para fora. 

Você poderá dar notas para cada um dos itens acima e  complementar com o seu feedback. 

Lembre-se que a lista acima é um exemplo genérico, você poderá criar a sua e adaptar esta sugestão da maneira que melhor se encaixe em seu negócio. 

Próximos passos 

– Reúna o seu time para explicar como funcionará a avaliação de desempenho e passe todos os detalhes,  momento de tirar  as dúvidas e deixar claro que a avaliação não tem o intuito de apontar dedos e diminuir alguém, mas entender o que pode ser melhorado, manter o que já está bom e identificar oportunidades. 

– Marque um encontro individual com cada pessoa, peça para ela também preencher antes da conversa os itens de avaliação para poderem comparar os resultados e conversarem sobre os itens com mais argumentos. 

– Antes de finalizar a conversa, é importante que você (líder) e colaborador  criem um plano de ação que suporte as mudanças observadas necessárias e combinadas a se fazer. 

Para isso, juntos, definam as metas individuais e procurem utilizar o exercício do Parar, Começar e Continuar para cada um dos itens conversados, com ações que te aproximem do resultado combinado esperado. Com isso bem definido, tanto você quanto a pessoa avaliada terão clareza do cenário atual desejado e o que será feito para isso. 

Importante saber que não apenas o seu funcionário terá um plano de ação para melhorar mas, possivelmente, você também terá algumas tarefas de melhorias a fazer no dia a dia da operação. 

– Lembre-se de marcar uma próxima conversa nos próximos três  ou quatro meses para acompanhamento. 

Mas acabou? De maneira alguma! Na realidade, o jogo apenas começou. Agora é o momento de praticar a cultura do feedback e apoiar sua equipe com feedbacks que colaborem para o desenvolvimento de cada colaborador.

Quer uma dica extra? 

Muitas empresas utilizam a Avaliação 360 graus para complementar a avaliação individual entre líder e funcionário. Você pode rodar internamente uma pesquisa de feedback, anônima, com o objetivo de avaliar 360 graus a pessoa, em que todos se avaliam e podem ou não (de acordo com o que for definido na configuração do levantamento) comentar e dar feedbacks em texto, além de notas sobre cada um dos itens escolhidos. Lembre-se que este é um projeto grande e que merece atenção e dedicação de tempo  para sua implementação.. 

O papel do líder canábico é promover um melhor ambiente para que a sua equipe execute o seu trabalho. E isso também inclui a avaliação de desempenho! 

Portanto, dê todas as ferramentas para a sua equipe e esteja ao lado de quem precisa para suportar as necessidades do dia a dia. 

Espero ter te ajudado a melhorar ainda mais a gestão do seu time canábico!

As opiniões veiculadas nesse artigo são pessoais e não correspondem, necessariamente, à posição do Sechat.

Sobre o autor:

Danilo Lang é empreendedor, formado em Marketing, com especializações em gestão de negócios e liderança, atuando no ecossistema digital desde 2001 e estudando o mercado da cannabis desde 2014. Além disso, Danilo é criador da plataforma Cannabis Empregos que oferece oportunidades de trabalho na área canábica no país.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese