2023 começa fervendo: Evento na sede da ONU em Geneva para discutir o Cânhamo no mundo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Imagem: Arquivo/Sechat)

Por Lorenzo Rolim

Eu tenho orgulho de ter sido convidado para participar do evento da UNCTAD em Genebra no dia 16 de janeiro. Um evento inédito para o setor do cânhamo industrial. Também vou ter a honra de representar a Associação Latino-Americana de Cânhamo Industrial (LAIHA) neste importante evento. Nunca imaginei que todos os meus anos de trabalho, muitas vezes infrutíferos, tentando convencer o governo do Brasil da importância do cânhamo industrial desde 2016, resultariam em estar presente no primeiro evento dedicado ao cânhamo dentro da sede da ONU em Genebra.

Meu objetivo no workshop é apresentar a visão da LAIHA sobre o setor e seu potencial para promover o desenvolvimento sustentável. Também discutirei os desafios únicos enfrentados pela região no desenvolvimento da indústria e as oportunidades que ela apresenta.

Entre os tópicos que estou ansioso para discutir estão como aproveitar melhor o potencial e as oportunidades da indústria do cânhamo industrial, maneiras de garantir a sustentabilidade da indústria e estratégias para criar um mercado mais igualitário e inclusivo. Além, é claro, de cobrar da ONU maior clareza nas regras internacionais para permitir que o Cânhamo seja integrado aos mais diversos setores da economia.

Vejo este evento como uma oportunidade de mostrar o potencial da indústria latino-americana de cânhamo industrial e ajudar a moldar seu desenvolvimento globalmente. O workshop faz parte dos esforços da UNCTAD para explorar o potencial do cânhamo industrial para o desenvolvimento econômico e seu impacto nos mercados globais, e estou animado por fazer parte deste importante passo à frente, a primeira vez que a ONU traz o tema para dentro de casa e convoca especialistas de todo o mundo para conversar sobre as melhores maneiras de ir a frente com nossa querida indústria.

É um momento excelente para refletirmos o quanto toda nossa luta ao longo dos últimos anos vem dando resultados em níveis muito superiores ao que às vezes imaginávamos. É a hora de todos nós nos unirmos ainda mais em torno do objetivo final, que é ter o cânhamo novamente como uma commodity agrícola como qualquer outra, plantado em todos os países do mundo, e melhorando cada vez mais a qualidade de vida de todos que estejam envolvidos com ela.

Estou confiante de que este evento será um grande sucesso e contribuirá para o crescimento e desenvolvimento da indústria do cânhamo industrial como um todo. Espero que seja um catalisador para mais eventos do género e que reúna especialistas de todo o mundo para explorar ainda mais este potencial.

Estou muito honrado de poder colaborar com meus colegas de todo o mundo e ajudar a moldar o futuro da indústria do cânhamo industrial!

Sobre o autor:

Lorenzo Rolim da Silva é Engenheiro Agrônomo e presidente da LAIHA (Associação Latino-Americana de Cânhamo Industrial).

A opinião dos nossos colunistas não expressão necessariamente o posicionamento editorial do Sechat.com.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese